sábado, dezembro 30, 2006

Viva 2007



Para este réveillon
Desejo-vos tudo de bom
Abraçar este novo ano
Com muito amor e paz
Nada de confusão como é lógico
Deixar más recordações para traz
E entrar com o pé direito
Para que 2007 seja tudo perfeito
porque 2007
Vai ser um ano de fête!!!

"PROSPERO ANO NOVO"

sexta-feira, dezembro 29, 2006

Aletria

Para 3 pessoas

. 200gr aletria
. 1/2l de agua
. 2 cascas de limão
. 1 colher sopa de manteiga
. 3 colheres sopa de açúcar
. 4 gemas de ovos bem batidos
. canela em pó QB


Por a agua a ferver junto com o limão, a manteiga, o açúcar.
deitar a aletria e deixar cozer bem.
(se gostar com ovo para ficar mais amarelinho tem que retirar do lume e deitar ao fio as gemas sem para de mexer.) Colocar a aletria nos pratos de sopa ou de sobremesa e polvilhar com canela em pó, se pode comer quente ou frio.

quarta-feira, dezembro 27, 2006

Minha musica preferida

Madonna : Love tried to welcome me

terça-feira, dezembro 26, 2006

Pequena familia

Por onde tu andas-te pequena família?
Que há tantos anos dispersos, finalmente se junta
E contigo trazes o pequeno Louam
Espero bem que o meu mano não me trame
Depois de tanto tempo a espera
Só quero como prenda essa linda surpresa
Uma família novamente junta a volta daquela mesa
A volta daquela ceia que preparei com proeza
Sei que essa semana passara depressa
Mas por agora não penso nessa tristeza
Este natal vai ser diferente
Portanto vou seguir em frente
Não ter medo de os receber
Porque eles vão estar cá para me ver

Noite especial



Espero bem que pai natal trouxe as prendas todas
as minhas foram bem recebidas
e a minha melhor prenda foi meu Sobrinho
que já há dois meses que nasceu e eu não o tinha visto
Para mim foi uma noite fatal
Obrigado pai natal.

sexta-feira, dezembro 22, 2006

terça-feira, dezembro 19, 2006

Joyeux et Saint Noel!!!!

São os meus votos para este ano, Feliz e Santo Natal. Deixam as vossas maldades para outro dia, Pensam que neste dia nem toda a gente tem tanta sorte de ter um lar uma família, de ter uma casa, uma arvore de natal, de comer nem que seja um pão de estar ao quente. Por isso peço sejamos todos irmãos ao menos uma vez no ano....

segunda-feira, dezembro 18, 2006

Chuva

Chuva cai em mim e apresa o meu coração
Chuva cai pelo o mundo fora dar vida a esses desertos
Chuva cai aqui que no ano passado faltou me agua
Chuva cai assim transforma te em tempestade mostra a tua força
Chuva cai que a vida sem ti não pode sobreviver
Chuva cai para me apagar a vontade de morrer
Chuva cai na minha boca que preciso da tua força
Chuva cai na vida que a vida sem ti não é nada
Chuva cai na estrada e lava o sangue que por ai se espalhou
Chuva cai na guerra e livre nos da doença
Chuva cai atraz da morte e apaga-lhe o seu rasto
Chuva cai e lava as impurezas desta humanidade

Bons Momentos

As vezes gosto de recordar
Nada melhor do que as convidar
Adoro as ver felizes
E mais nada me aflige
Preparar um bom jantar
E prepara-lo para elas gostar
Arranjar uma bela mesa
A luzes de vela
Como elas gostam
Porque sei que elas me amam
A quem diga que sou tolo
Mas caro amigo ter amigas é convívio
Jogar as cartas até de madrugada
Para mim não é fada
É de rir toda a noite
E quando damos fé já são sete
Ir ao cinema
É estar sempre na risota
Rimos todo o santo caminho
E não troco nada neste mundo
Por estes momentos maravilhosos desta vida
Porque são estes momentos que me sinto com alegria
Estou aqui sentado sozinho na cadeira
Só penso para quando é a procima?

domingo, dezembro 17, 2006

17 Dezembro

Amigos é preciso saber conquistar
Não é só receber
Também é saber dar
Confia em mim que sei aquilo que estou a dizer
Porque este dia é tão especial
Queria vos dizer "obrigados"
Por me deixar ser normal
Obrigado por aquilo tudo que vivemos

sexta-feira, dezembro 15, 2006

Instituto PORTUGUÊS do sangue

Não tenho culpa de ser HONESTO
Mas agora eu PROTESTO
Com essas INSTITUIÇÕES
Que para mim são mesmo ALDRABÕES
Dizem!!! " Dê sangue que é dar VIDA "
Essa frase é mesmo LINDA
Mas na VERDADE
Não é bem essa REALIDADE
Pois fico REVOLTADO
Quando dizem que faço parte do grupo de RISCO
Pois fico CHATEADO
Por me tratar de PROSTITUTO
MENTIR será a melhor SOLUÇÃO?
Para mim não é a boa OPÇÃO
Tanta puta e tanto putanheiros que vão para LA
E eles me trataram como se fosse NADA
Mas esse é o preço a PAGAR
Quando uma pessoa pense fazer bem em se ENTREGAR
Esta SOCIEDADE que nos pinta um quadro BONITO
Mas por traz dele só existe o VAZIO
Que te dão sorte de poder AJUDAR
Mas que no outro estão a te CONDENAR
Porque essa ORGANIZAÇÃO
Não vêem que falam com outro CORAÇÃO
Nunca FUMEI
Nunca MATEI
Vivemos num país de ILUSÃO
E da DISCRIMINAÇÃO
Não tenho a SIDA
Mas tenho sim a VIDA
Tenho muita pena por isso tudo ter acontecido, não poder AJUDAR
Porque neste preciso momento de certeza a uma VIDA para poder SALVAR

quinta-feira, novembro 30, 2006

Pai

Quando soube que ele tinha ciumes, vim logo a correr para escrever.
Para o pai que me viu nascer, porque ele também tem grandes virtudes.
Queria dizer obrigado ao meu pai por aquilo que me tornei hoje, é graças a ele que sou respeitado é como ele que quero ser, responsável e direito no trabalho e na minha vida.
Sei que não fui sempre bom de aturar mas sei que no fundo do coração dele ele ta sempre para me amar.
Tenho muito orgulho de o ter como pai, mas as vezes ai ai ai...
Ele as vezes grita, mas quando acontece faz me pensar.
Que se não tivesse acontecido, eu nunca teria percebido.
Que nunca foi para o meu mal, porque a vida não é sempre Carnaval.
Em casa nunca nos faltou de nada, ele nos ama tanto que até uma casa construiu das suas próprias mãos.
Quem não queria ter um pai como o meu???...
Pai Obrigado.

quinta-feira, novembro 23, 2006

Frango assado

. 1Frango
. 2 cebolas
. 1 tomate grande e maduro
. 2 dentes de alho
. vinagre
. sal qb
. pimenta qb


Limpar bem o frango tirar o fígado e o coração.
num tabuleiro coloca as cebolas em rodelas o tomate cortado em cubo o alho em cubinhos e um pouco de vinagre. Dispor o frango nessa cama de legumes, deitar o sal e a pimenta a gosto e pode também deitar um fio de azeite. Descasca umas batatas e dispor a volta do frango, mistura tudo.
num tacho fazer um estrugido deita se agua e deixar bem ferver, nisto deite tudo no tabuleiro atenção se quiser fazer um pouco de arroz pode aproveitar em não deitar tudo.
mexer as batatas e o frango e coloca o mesmo de peito para cima ao forno bem quente (200ºC)
Passado de 3/4 horas vira a peça e as batatas. coloca tudo novamente ao forno durante mais 1/2 hora, O seu Frango esta pronto a ser servido e se vir que ainda não esta bem douradinho pode o deixar mais um pouco 1/4 hora.
Pode acompanhar com arroz de tomate, arroz branco ou uma boa salada.

quarta-feira, novembro 22, 2006

Meu segredo

Feliz foi aquela noite naquele bar, em que no momento de te ires embora, consegui com meu simples olhar te fazer segurar.
Aquelas horas para nos conhecer me pareceu minutos e aquele beijo de fogo segundos.
No outro dia voas-te ao meu encontro, os nossos olhares brilhavam e se tocavam ao longe, no meio daquela confusão só me parecia estar nos os dois. Não tinha duvidas eras a pessoa de que eu estava a tanto tempo a espera.
Feliz foi também aquelas cartas que me mandavas todas as semanas .
principalmente aquela em que me contas a tua vida de criança.
Aquele percurso muito difícil.
Chorei quase toda a noite, não tinha duvidas os meus sentimentos por ti já estavam definidos.
Atravessamos os dois vales e montanhas para chegar onde chegamos e agora com quase dez anos de vida, o nosso amor ainda vive e continua com cede de paixão.
Momentos intensos de que nunca hei de me esquecer .
Por isso nunca mudes sê sempre meigo e verdadeiro
( e vê se não te esqueças mais dos meus anos... e se deixas o pc um pouco de lado...)
Porque é assim que te amo...

A descida

Trabalho num sitio
Onde só se arranja disto
Jovem com dificuldade
Que nem se quer chegaram a faculdade
Que se metam na droga
Porque é a única saída
Uma pessoa só os quer ajudar
Mas eles nem estão para agarrar
Com o tempo eles se fazem amigos
Quando se vai ver
Essa amizade não tem razão de ser
É ai que começa o nossos castigos
Quando te apercebes que estão a te utilizar
Mas caro amigo não te deixas enganar
Se tiveres dificuldade
enfrenta com versatilidade
não te metas nesse vício
Que só te vai enterrar
Só passa de um momento fictício
E que com o tempo vai te matar

sexta-feira, novembro 17, 2006

O desabafe

Quando era pequeno lembro-me, de que te amava como uma mãe.
Quando vinha passar ferias, eras a minha alegria.
Quando me ia embora, era a tristeza que tomava conta de mim.
Quando estava longe, era a saudade que eu sentia.
Mas, quando vim para viver aqui, tudo mudou...
Mudou-se os tempos, a minha inocência de que a vida era um ar de rosas.
Acabou-se tudo quando descobris-te de quem eu era e sou hoje.
Passei por muitas coisas mas não fui o único atingido outros sofreram também.
Nunca hei de me esquecer aquele beijo frio de que me deste,esse olhar sombrio e vazio como se fosse um desconhecido. Nesse dia bati o fundo do précipissio,eu sufocava cada vez mais.
Mais perguntas me surgiam. Quem sou eu ? Que fiz? Porquê eu ? Onde esta essa criança com tanta alegria de viver ? Onde esta o meu amor por ti ?
Tratas-te me de doente.
Tratas-te me de morto que eu tinha a sida. Eu para ti já estava morto.
Chorei de amargura, fiquei tão mal com a vida, passei muitas noites em branco a me perguntar de que mal tinha eu feito. O tormento tomou conta de mim.
Tu querias uma família perfeita sem defeitos, para poder te orgulhar parente os outros e tu passas-te a esponja na minha.
Preferis-te nos virar as costas.
Pois ai tens tua família perfeita. Filhos bêbados, ladrões. Filhas interesseiras, mentirosas. Netos e netas como eu. Sem contar o teu lindo passado, segredos bem guardados, em que eu soube te perdoar. Mas para mim tudo bem .
Preferis-te me abandonar. Pois não morri, erguei a cabeça e enfrentei a vida, graças a deus tive muita sorte e ajuda.
De pais maravilhosos que não te deram ouvidos, pois tu querias que eles me deitas fora de casa.
De uns irmãos lindíssimos que sempre me apoiaram.
De duas amigas que são as minha salvadoras, eu por elas dava a minha vida.
E de um namorado que não há palavras, sempre me apoio.
Isso sim, posso dizer que eu tenho a minha família perfeita, feita de amor e paz, coisa que tu não sabes o que é...
Decidi virar a pagina não imaginas o quanto foi difícil mas consegui.
Tenho muita pena que essa inocência se transformou em realidade e que esse amor em ódio.
Sim em ódio, sufoquei por saber que único erro que fiz foi de querer viver.
E essa criança alegre, matas-te a.
Já la vão 1ano e 3 meses que partis-te, tenho ódio por tudo aquilo que me fizeste passar, não consigo te perdoar, pena ainda è de não estares viva para ver os outros pagar...


No meu trabalho

O mundo anda muito depressa a minha volta.
Por um momento parei e vejo pessoas a conversar, a rir, a festejar, a chorar
e a amar.
Para mim tudo parou mas nada faz sentido.
Sou o homem invisível, ninguém me vê, ninguém sabe quem eu sou.
Neste vasto momento de confusão sinto-me em paz comigo mesmo e fico feliz por ver que o mundo a minha volta, não parou de viver.
A vida de cada um toma o seu rumo, o destino nos fez cruzar caminho.

quinta-feira, novembro 16, 2006

A passagem

Voa, voa pequena chama.
Dá luz esse mundo obscuro, dá luz a quem precisa.
Mostra o caminho certo a esses seres, põe no bom caminho, no caminho da vida.
Voa para nunca mais te apagar.
Dá-te força para te tornares lume, belo e forte.
Para quem te quiser mal, nunca se aproximar.
A esses demónios, queima-lhe as asas, para que a doença não se propague.
Queima esses feiticeiros que tanto te quiseram mal.
Vai sereno por esse mundo fora, atravessa montanhas, desertos e mares para alcançares essa luz de que tanto sonhas-te...

quarta-feira, novembro 15, 2006

Anjos de luz

Vivia no mar turbulento, estava a ser fustigado la no fundo.
Não tinha saída, não tinha como viver, mas batalhei.
Depois dessa tempestade de destruição, via la em cima na superfície uma pequena luz,
eu tentava alcançar essa luz maravilhosa.
Quando la cheguei.
Dois anjos de luz me estenderam as mãos puxaram-me para cima, salvaram-me de um afogamento.
Dai, que nunca mais deixei esses dois anjos, cheios de amor de ar e de vida de que tanto precisava.
Ensinaram-me o lado bom da vida.
Comecei a crescer com elas, tornei-me amigo desses dois anjos, e agora depois de termos todos renascido, podemos finalmente voar livres no meio dessa luz de vida...
Obrigadas por me deixar entrar nas vossas vidas.

Amour retrouvé

Assis seul dans ce café
Regardant les gens passer
Laisser mes souvenir prendre le dessus
Je t´ai vus au coin de la rue
Je me suis précipité
Et quand je suis arrivé
Il n´y avait plus personne
Je t´ai cherché dans toute la ville
Quand tout á coups le téléphonne sonne
C´était la voix de la raison au bout du file
Qui me disait "ne t´arrête pas !! tu vas le trouver !!"
Cet amour tant èspéré
Il a ue raison
J´ai été vraiment con
Il a ue raison de nous
Maintenant que je t´ai trouvé
Mon amour fou
Plus rien ne va nous séparer.

terça-feira, novembro 14, 2006

Rabanadas

. 2 cacetes secos pref 2 dias
. 1 Ltr de leite
. 3 ovos
. 250gr de açúcar
. canela em pó
. açúcar qb para polvilhar

Fatiar os cacetes nem muito fino nem muito grosso.
ferver o leite com o açúcar, num prato fundo bater os ovos, e noutro prato fundo açúcar com canela em pó.
Depois de ter deixado arrefecer um pouco o leite molha uma a uma as fatias de pão, deixar ensopar um pouco, passe o pão por ovo e fritar a fatia numa frigideira com óleo bem quente, quando tiver dourada, retire e coloca a no prato com o açúcar e canela vire 1 e 2 vezes para se cobrir bem da canela.
Para quem gostar com molho:
coloca num tacho, 1L de vinho com, 500gr de açúcar, 4 cascas de laranja e 3 paus de canela levar ao lume, deixar ferver bem, esta pronto para deitar por cima das suas rabanadas.

segunda-feira, novembro 13, 2006

A pequena esperança

Lembro-me de uma criança em especial.
Que gostava muito de mim. Aquele amor puro de uma criança, que bem me fazia ser envolvido por esse amor.
Um dia de um momento para outro, só por ser o que sou, essa pequena, por ser tão pura e tão frágil, ouviu as vozes dos morcegos do mal, deixou de me amar.
Tão mal me sentia, fiquei sem luz, sem calor sem amor de que tanto gostava.
Depois de tantos anos de espera, nasces-te, Tu, o Messias . Reacendes-te este fogo no meu coração de que há muito tempo apagado, essa esperança que tão pouco sei de ti.
Pois ainda não te vi. Mas este amor que tu iras sentir por mim, nunca ninguém, nos o ira tirar...
Para meu pequeno sobrinho... Louam.

sábado, novembro 11, 2006

Tarte de cenoura

. 350gr de cenouras
. 200gr de miolo de amêndoa
. 3 ovos
. 175gr de açucar
. 75gr de farinha de trigo
. 1 colhere de chà fermento em pó
. 1 colhere de café de sal fino

Escalda as amêndoas e retire a pele, seca las, depois de bem secas picar no 123.
Descasque se as cenouras e pica muito bem no 123.
Numa tiegela mexa as amêndoas a cenoura picada o açucar o sal os ovos batidos e por ultimo o fermento com os 75gr de farinha peneirada.
Deitar essa préparação numa tarteira bem ontada para cozer no forno medio durante 45mn.

Le passage

Oublier cet orage éphémère
Par ce que le temp ne retourne pas en arrière
Je cherche et recherche le remède
Pour enfin t´oublier
Sur un nuage blèssé
Je me laisse aller
Et cette vie cassé
Je n´ai pas vu le temp passer
Et maintenant que le ciel se dégage
Le coeur légé j´irais
Tourner cet page
Pour tout recomencer...

sexta-feira, novembro 10, 2006

Mãe

Foram difíceis os tempos em que antes de eu nascer.
E sei, fui a tua maior alegria de quando me tiveste.
Essa pequena coisa no meio dos teus braços e tenho a certeza de que me sentia bem e protegido.
Mesmo se sempre não te mostrei o meu amor, sempre soube que te amo.
Vivemos muitas alegrias juntos mas também muito sofrimento, o mundo a nossa volta nos virou as costas, mas mesmo assim estavas la presente comigo, sempre me protegeste e hoje em dia o nosso amor é tão forte, de que nada, nem ninguém o pode destruir...
Mãe obrigada.

quinta-feira, novembro 09, 2006

La différence

Pas facile d´afronter la vérité
Quand on se regarde dans le miroire et que l´on voie
que l´on est pas pareil aux autres.
Et de plus, quand on doit afronter le regard de ces autres
leurs yeux qui nous tue, qui nous dévisage comme si on est des monstres.
Mais, voyons le bom coté des choses.
Je ne suis pas pareil, mais, pareil á moi chez eux!!!
Il y en a surement...

Qui je suis??

Je suis celui qui te fais, pleurer, rire, chanter...
Je suis celui qui veus vivre et non mourir...
Je suis le miroire de beaucoup de monde.
Moi, je suis, toi, lui, elle, nous, vous...
Je suis á la fois ,Tous, et même temps personne...
Tout ce que je sais, c´est que je suis heureu d´être comme je suis!!!

domingo, novembro 05, 2006

Ruy 17 de Dezembro 1977


Bom para comecar este menino sou eu.
como se pode ver sou um fan de Madonna
She´s the Queen!!!
mas não vou massar muito com esta mulher fantástica!!
Porque se não, não chegava esta pagina para falar dela LoOl...
Beijos...

Bem vindos ao meu blog

Espero que gostem do meu blog beijos...